Interdisciplinaridade

Terapia Ocupacional Nas Demências

Maria Cristina Anauate


O que é Terapia Ocupacional?
A Terapia Ocupacional é uma profissão da reabilitação responsável pela restauração, prevenção e manutenção das capacidades funcionais. O foco está em facilitar o engajamento nas ocupações e atividades do cotidiano e minimizar o prejuízo das incapacidades nas ações humanas.

Como atua o Terapeuta Ocupacional (TO) nas demências?
A atuação do TO nas demências é voltada para a manutenção máxima possível das autonomias e independências no processo das doenças, sugerindo e direcionando estratégias para o desenvolvimento de atividades que gerem propósito e significado e que previnam a perda da identidade e de seus papéis ocupacionais, atuando no manejo dos hábitos e rotinas.

Leia mais...

Reabilitação Neuropsicológica

Prof Dra Monica Yassuda, Maira Okada de Oliveira, Lívia Spindola, Patrícia Figueiredo do Vale, René Viana

A reabilitação é um processo de mudança que visa restaurar as funções físicas, psicológicas e sociais do indivíduo.
A reabilitação neuropsicológica (RN) tem como objetivo ajudar pacientes e familiares a conviver ou superar os déficits cognitivos e as limitações emocionais, ambientais e sociais, proporcionando melhora na qualidade de vida. A reabilitação cognitiva ocupa-se especificamente do tratamento das funções mentais complexas, como a memória, linguagem, funções executivas e visuoespaciais. A reabilitação cognitiva é parte essencial da RN que é mais ampla, envolvendo a família e o ambiente do paciente.

Leia mais...

Como o Fonoaudiólogo Contribui no Tratamento de Pacientes com Demência?

Dra Maria Teresa Carthery-Goulart

Na avaliação:

  • Contribui para o diagnóstico diferencial da síndrome demencial
  • Avalia e descreve as habilidades e dificuldades de comunicação
  • Verifica o impacto das habilidades de comunicação sobre o comportamento, funcionalidade e qualidade de vida do paciente e sobre o desgaste e qualidade de vida do cuidador
  • Analisa o impacto de distúrbios em outras áreas da cognição sobre a comunicação e vice e versa.

Leia mais...

Avaliação Neuropsicológica

Dra. Cláudia Sellitto Porto

A avaliação neuropsicológica utilizada no GNCC tem como objetivo inicial verificar se o desempenho do indivíduo examinado está normal ou se está alterado em relação a um grupo controle formado por brasileiros com a mesma idade, gênero e escolaridade. A avaliação é composta de testes que avaliam funções cognitivas como atenção, memória, funções executivas, habilidades construtivas, habilidades perceptuais, raciocínio, formação de conceitos e linguagem.

Leia mais...

Fisioterapia

Dra Eliane Mayumi Kato-Narita


1. Além dos problemas de memória, o idoso com demência pode ter problemas físicos?

Sim. No início da doença estão presentes dificuldades físicas que qualquer outro idoso que não tenha a doença pode ter, como as dores. Mas com o tempo, a pessoa poderá ficar mais lenta para realizar os movimentos, ter dificuldade para se equilibrar e caminhar, e precisará da ajuda dos outros para as atividades do dia a dia.

Leia mais...